Os herdeiros dos mangas: Kabu no Isaki e Amanchu!

5

Para aqueles que não sabem, Yokohama Kaidashi Kikou (meu post aqui) e Aria são os melhores mangas já feitos, e não falo isso por juízo de gosto, é pura razão. Porem já se faz alguns anos que ambos acabaram, YKK teve seu termino em 2006 após 12 anos em publicação e Aria (contando Aqua, sua prequel junto) foi lançado de 2001 até 2008.

Então ambos os autores, não poderiam ficar parados por muito tempo certo? E com isso lançaram suas novas obras, com muito hype de todos os amantes do gênero em o que esses gênios poderiam trazer.

E assim chego ao ponto principal desse post, falar dos herdeiros ao trono de melhor manga. Eles são melhores? Piores? Do mesmo nível? Venha descobrir com Kabu no Isaki e Amanchu!

Kabu no Isaki

Kabu no Isaki v02 c08 - 028

Começando com a obra de Hitoshi Ashinano, que já está completa no Japão, com 6 volumes, porem apenas metade foi traduzida no momento da escrita desse post.

Mas sobre o que é Kabu no Isaki?

Em um mundo 10 vezes maior que o nosso, aqueles que moram no interior precisam de um meio para se mover. Carros podem funcionar a curtas distancias, mas para longas, algo maior é necessário, aviões.

Kabu no Isaki v01 c01 - 21

Basicamente Kabu no Isaki é um manga de aviação, mas como típico do autor, não tem nada mais que isso, e isso é perfeito. Ele usa dos aviões (um hobby seu) para nós colocar nesse mundo, onde a maquina é uma peça essencial. E com isso temos muitas imagens das personagens simplesmente voando e admirando o cenário. Qualquer um que leu YKK pode sabe o quão isso é efetivo.

Cenários maravilhoso, puro scenary porn? Check.

Mundo próximo do nosso com um twist sci-fi / fantástico? Check

Traço fodasticamente como o esperado? Check

OTÍMAS PERSONAGENS? Ehhhh…Check.

As personagens de Kabu no Isaki não são por nenhum meio da palavra ruins. Mas são mais espalhadas e principalmente seu protagonista, Isaki, não é lá essas coisas. Isso é claro comparando diretamente com a Aplha de YKK, onde tinha um grande foco, e você acaba conhecendo ela muito bem.

Kabu no Isaki v01 c05 - 02

E esse era o ponto da obra, tomar um café com a Alpha. Em Kabu no Isaki o foco parece estar mais no mundo a sua volta, e em como ele funciona. Mas isso vem com o sacrifício em deixar as personagens um pouco mais fracas.

Isaki trabalha para Shino (a melhor personagem) após bater seu avião. Mas ele está feliz com o esse trabalho, onde ele pode voar para diferentes lugares, assim podendo mostrar aquele mundo  e ainda pagar sua divida.

Kabu no Isaki é uma ótima obra, melhor que muitas por ai. Apenas não é melhor que sua mãe (no momento de leitura). Claro que colocar qualquer coisa para ser comparada a Yokohama Kaidashi Kikou é algo até que injusto, mas ele chega perto.

Kabu no Isaki v02 c12 - 116

Amanchu!

528091

Agora a mais nova obra da querida Kozue Amano. E assim como Ashinano usou seu hobby de aviões como inspiração, ela usou o dela, scuba diving. Amanchu conta atualmente com 5 volumes.

Amanchu é muito reminiscente de sua mamãe, Aria. Um grupo de garotas (e um cara) que ficam bastante na água há! Mas foco é em duas dessas garotas.

028-029

PIkari, uma garota energética e feliz com a vida, que adora scuba,  ela é a personificação da luz e consegue iluminar todos a sua volta. E Dotty alguém com uma autoestima muito baixa, que não se acha capaz de fazer nada, e ainda por cima acaba de se mudar para uma cidade estranha.

Essas duas logo se tornam amigas e se juntam ao clube de scuba da escola. Mas Dotty acaba criando uma relação tanto de dependencia como de complexo de inferioridade. Pikari abriu um mundo totalmente novo para ela, e um lindo mundo, mas ela precisa da Pikari para sobreviver nesse mundo, e essa dependência a deixa triste.

011-012

O resto do cast conta com: gêmeos, sadista e masoquista (ish), tutora e GATOS! Tem que ter gatos IMA RIGHT?

Vindo da Amano pode se esperar um traço simplesmente fantástico, em Aria víamos muito sobre a água, e agora vemos todo mundo que há embaixo dela. Continuando com seu trabalho fantástico de luz e sombra, um dos melhore por ai.

Então? Amanchu é um herdeiro perfeito? Ehhhh…sim.

O grande “problema” (não um problema per se) com Amanchu, e grande parte dos Slice of life em geral, é a falta do elemento fantástico. Não que isso tire pontos, Yotsuba& é um maravilhoso Slice of life e não tem nenhum. Porém a adição desses elementos faz a obra ter certo… Apelo maior, como foi visto em YKK e Aria.

020-021

Quando um slice of life tem esses elementos fantásticos ele cria um mundo similar, mas com diferenças o bastante para se tornar um terceiro mundo, muitas vezes uma utopia, onde conflitos não existem e a vida é perfeita.

Amanchu não tem esses elementos, isso o torna ruim? Obviamente não, só acho que o faz ficar atrás de sua obra passada. Eu pensava isso com o pé no chão, afinal, eu que criei essa teoria maluca para o meu gênero favorito.

Até o ultimo capítulo lançado.

Acho normal chorar em momentos tristes, bitter sweets e assim vai. Mas Amanchu foi à primeira obra a me fazer chorar por ser puramente sublime. O capítulo em si tinha um clima meio triste, mas não o bastante para invocar emoções , até que a passagem das cenas aconteceu, e estava chorando. Simplesmente sublime.

024-025

Tanto Kabu no Isaki como Amanchu são obras extremamente recomendadas, junto claramente com Aria e Yokohama Kaidashi Kikou. Eu realmente creio que os autores dessas obras atingiram um nível muito alto, que poucas outras obras podem chegar. Eu vou continuar de olho em suas carreiras, e recomendo que faça o mesmo.

Ao longo do texto eu obviamente fiquei comparando e desmerecendo as obras, mas isso é apenas uma impressão do que se tem traduzido até agora, um dia quando ambas estiverem completas, ai sim uma verdadeira comparação poderá ser feita, até lá, irei aproveitar a jornada, afinal, é sobre isso que são os slices of life.

Anúncios