Molester Man

E a volta dos fodidos

img000001 (1)

Se você é parcialmente conectado com o fandom de mangas, provavelmente já ouviu falar de Onani Master Kurosawa, aquele manga com um nome que o faz dar uma risadinha e quando lê ele arranca seu intestino e te bate com ele, com esse efeito sendo super efetivo se a pessoa que estiver lendo for uma fudida.

Agora vindo do mesmo desenhista vem Molester Man, usando uma técnica que comum de sua parte. Ele pega histórias contadas no 2CH e as romantiza. E é claro se uma história é contada no 2CH, ela provavelmente vai ser de fudido.

Essa em particular usou uma técnica narrativa distinta, com bastante foco nos posts feitos no 2CH e em mensagens de celular, assim fazendo uma conversa simples entre dois personagens, durar várias paginas e de uma maneira diferente. Uma conversa não física e não em tempo real é algo estratégico, você pode pensar no que responder usar artifícios e técnicas, uma conversa assim é praticamente como jogar xadrez com palavras (espere MUITO texto nesse manga).

img000001

A historia de Molester Man começa de um jeito bem simples, ele sendo confundido por um molestador pela Miss Understanding e assim sendo jogado em uma variedade de novas relações por causa desse acontecimento, variando de romance, rivalidade etc.

Outro artifício interessante do manga é o uso de nomes. Nenhum personagem é chamado pelo nome e sim por sua característica básica, isso provavelmente sendo causado pela postagem inicial no 2CH para não revelar nomes reais. Por usar isso você sabe bem quem são as personagens, não tendo que ficar lembrando-se de fucking nomes.

O traço está bem característico para quem já leu Onani Master, o que é ótimo, pessoalmente adoro sketch art. O ultimo manga do autor, Koganeiro, foi melhor produzido, sendo mais acabado, porem perdendo um pouco do ar que as outras obras dele tem.

img000002

Um ultimo ponto, e talvez um dos mais importantes, é a falta de conhecimento do que vai acontecer adiante. Normalmente em uma história de romance é possível saber com quem o protagonista ira acabar, ou pelo menos diminuir a lista, o que não é algo ruim per se, mas tira um pouco do motivo da “disputa”. Se já sabe com quem vai acabar é melhor fazer um manga sobre o relacionamento deles (como por exemplo o ótimo Love Roma), e não algo obvio como muitos por ai.

Não sei se Molester Man vai chegar no nível que Onani Master chegou, o que é algo bom, não saber, mas aposto todas as minhas fichas imaginarias que vai ser algo bom, e algo que deve ser lido pelos entusiastas de manga.

Anúncios