Os Favoritos de 2011.

Preparem seus melhores vestidos para essa grande premiação.

It is always stars.

E uma das coisas mais comum entre as pessoas, no final de um ano, olhar para trás e pensar nas experiências narrativas ao longo dele, independente de como, sendo games, séries ou livros, e escolher um grupo seleto das favoritas.

Não sou diferente, e é por isso que colocarei a frente minha lista dos favoritos e/ou interessantes do ano, nesse caso aquelas no mundo dos animes, games e filmes; reforço as palavras “favoritos” e “interessantes”, não os melhores do ano, afinal, para que uma lista de “melhores” seja feita, tudo ou pelo menos uma grande parte daquela mídia tem que ter sido consumida, algo que não aconteceu.

Animes

Denpa Onna to Seishun Otoko

Moe.

Niwa Makoto é um adolescente em busca da adolescência perfeita (Seishun), com a sua tabela de pontoação para os eventos que acontece nela; Por certos motivos ele acaba se mudando de sua cidade no interior para morar com a sua tia na cidade, e lá conhece certas garotas, e começa a se envolver em algo muito maior, na verdade não.
Sem duvida, o melhor uso de moe que eu já vi, e muitas vezes sendo um “moe retardado” com a garota não sabendo fazer nada e falando coisas de um jeito infantil, e sabe qual é a melhor parte? Funciona, não teve uma personagem que eu não acabei gostando ao longo do anime. Alem disso é complicado escolher uma favorita, em vista que são arquétipos moe tão diferentes.

Hen Zemi

Fetiches.

Hen Zemi é uma abreviação de Abnormal Physiology Seminar, nesse caso, o nome do clube de faculdade que as personagens atendem, e é isso, pessoas com fetiches estranhos estudando fetiches estranhos.
Falar sobre diferentes fetiches e sobre a condição humana perante eles? Perfeição.
Apesar da forma “sketch” que o anime adotou funcionou muito bem, assim usando episódios de apenas 10 minutos, no final de tudo, o que resta é um sentimento de aquilo não foi o bastante para encher a barriga, e sim algo como um petisco, um petisco muito gostoso, mas, não deixando de ser um petisco.

The Idolmaster

THE idolmaster

Teve tantas coisas que um gostei sobre Idolmaster que fica difícil falar em poucas linhas, mas uma das coisas que mais me chamou atenção, foram os episódios que “quebravam” a rotina, como o fantástico primeiro episodio em forma de entrevistas, ou um que se passa em forma de um programa de variedade ou os shows, que nunca deixaram de surpreender, principalmente o melhor de todos AQUI.
Para um melhor inside sobre o anime, visite ESSE review sobre, escrito pelo @qwerty do Nahael Argrama.

Hyouge Mono

Exatamente

Furuta Sasuke é um diplomata a serviços de Oda Nobunaga com um hobby em cerimonias de chá, e ele vai a diversos extremos por esse hobby.
Essa anime é simplesmente fantástico, expressões faciais de primeira, um personagem principal que em poucos minutos você já gosta dele e um setting preparado para uma comedia perfeita. Uma pena que a falta de sucesso acaba dificultando o acesso a o material.

Games

Bastion

Bastion

Bastion é um Hack/Slash RPG, que se passa após os eventos de uma calamidade que acabou com o mundo, e agora é o seu trabalho reconstruir o Bastion o equivalente a “Arca de Noé” desse mundo.
Favorito do ano? Está mais para favorito de todo o sempre.
Tudo bem, isso é meio exagero, mas que sem duvida é um dos melhores games que eu já joguei isso é uma certeza.
Perfeita junção entre história e gameplay, grande variedade de armas, que por sinal mudam o jeito que você se comporta em batalha e o homem com a voz mais sexy do mundo narrando e isso tudo ao som de uma mistura de musica western e eletrônica? O que tem para não gostar? Você pode jogar o jogo de GRAÇA AQUI se for usuário de Chrome

Radiant Historia

Radiant Historia

Usar time-travel é uma coisa que se deve fazer com muito cuidado, pois as chances de algo dar muito errado são enormes, e ainda sim esse é um que escapa disso, fazendo certas escolhas que dão um “gosto” diferente ao assunto.
Um ponto positivo é o combate, um combate por turno, porem misturando um pouco de estrategia; um ponto negativo que as personagens não são muito interessantes, assim ficando difícil investir emocionalmente na história.

Ghost Trick: Phantom Detective

Dat Hair

Dos criadores de Phoenix Wright, esse point and click com um ótimo character design e uma estética e gráficos impressionantes, vindo que é para o Nintendo DS, é uma das gemas desse ano, fazia tempo que não via um jogo que dá um senso de “achivement” tão grande quanto esse.

Filmes

Rise of the Planet of the Apes

My precious?

Esse filme foi tão bom, que logo após ele acabar eu já estava querendo ver todos os outros filmes da franquia; e após acabar eles, consegui ver ainda mais o ótimo trabalho que fizeram com esse suposto Reboot.
Acho que Andy Serkis é o único cara no mundo que consegue me fazer falar que 3D e motion capture, é algo legal. Não tem uma cena que ele esteja em cena como Caesar que não seja boa, e é tudo por expressões faciais, afinal, ele tem tipo, duas falas no filme todo.

Drive

Simplesmente ótimo.

Ryan Gosling foi simplesmente perfeito nesse papel, e conseguiu dar um novo significa a expresão “one-liner”, no filme todo ele deve formar apenas umas três senteçãs, todo o resto e colocado em algumas palavras e socando pessoas.
Chamar esse filme de “Taxi Driver” dessa geração faria os críticos de cinema ao redor do mundo gritarem? Talvez, mas serve para ilustrar o quão bom esse filme é. Um dos ponto que fez a ponte entre os dois filmes, foi a incapacidade dos leads agirem como um ser humano normal, o que é ainda mais fantástico quando você pensa sobre o que eles estão fazendo.

In Time

Justin!

Em um mundo onde a imortalidade foi alcançada, a partir dos 25, as pessoas não envelhece mais, porem, um contador é acionado, se esse contador parar elas morrem, se conseguir comprar mais tempo, juventude eterna.
Enquanto os outros dois foram ótimos pelos atores, esse é pelo mundo criado, não que os atores sejam ruins, apensa não foram os pilares do filme, isso fica a cargo do ideal e do mundo criado a sua volta.

Esse foram os meus favoritos de 2011, apenas falando bem pouco sobre, alguns deles, como Denpa OnnaBastion e Drive talvez faça uma resenha maior no futuro, afinal foram os meus favoritos dentre os favoritos.

Bom fim de ano a todos, na próxima, algumas apostas para temporada de inverno de animes.

Anúncios